Eco Diagonistica

ECO participa de ação educativa para prevenção do coronavírus

Uma ação educativa abordando os procedimentos de prevenção das infecções respiratórias, especialmente com o coronavírus, foi realizada no início da manhã da segunda-feira (16/03), na cidade de Belém, no Pará, pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), com participação da ECO Diagnóstica. O atendimento à população antecedeu as atividades do Simpósio Coronavírus (Covid-19) – Aspectos científicos, epidemiológicos, clínicos e terapêuticos, que foi realizado no auditório do Hospital Adventista de Belém.

 

Cerca de 300 pessoas foram atendidas na ação e parte delas fez o teste para influenza, exame que faz parte do protocolo para identificação dos casos suspeitos de COVID-19, como diagnóstico diferencial. A ideia foi estimular a busca de orientação com o farmacêutico como forma de evitar a automedicação, que pode retardar um diagnóstico da doença causada pelo novo coronavírus.  “Estamos no inverno amazônico e as chuvas estão mais intensas desde dezembro. O clima favorece o convívio em ambientes fechados e esse é um fator de preocupação em situação de epidemia causada por um vírus transmitido por vias respiratórias”, explica o presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João.

O presidente da regional do Pará da Sociedade de Farmácia Clínica, Patrick Cruz de Sousa, participou da atividade na Avenida Almirante Barroso. “Repassamos orientações sobre os cuidados de prevenção da epidemia do coronavírus, manejo de sintomas, o que a população toda deve saber para lidar com esse problema. Abordamos as pessoas que estão transitando, os carros nos sinais de trânsito, os ônibus, fazendo o máximo de atendimentos possíveis. Além disso, a gente disponibilizou testes rápidos de triagem para influenza”, detalha.

A mobilização envolveu farmacêuticos e alguns estudantes de farmácia e teve a entrega de um folder, contendo os cuidados de higienização, limpeza de ambientes, para prevenir a transmissão e o contato com o coronavírus. “Essa epidemia mundial traz uma preocupação muito grande para nós farmacêuticos e para todos os profissionais da saúde”.

A farmacêutica Fernanda Lamounier, diretora da ECO Diagnóstica, participou da Mesa redonda realizada no Simpósio, com o tema: O papel do farmacêutico frente à epidemia por coronavírus SARS-Cov-2. Fernanda reforça que os testes para detecção do vírus influenza são um diferencial para o coronavírus. “É um teste rápido, de imunofluorescente. O resultado a gente tem em dez minutos, para descarte com uma possível infecção com o coronavírus. Hoje, o corona ainda não foi feito porque a gente tem que aguardar uma publicação de registro perante a Anvisa, os protocolos já foram feitos, mas a permissão da comercialização ainda não foi publicada no Diário Oficial”, explica.

 

 

ACOMPANHE A ECO